Yoast SEO: Plugin para Começar o SEO para WordPress

plugin yoast seo para wordpress

De All-in-One SEO Pack ao Yoast SEO e seus complementos, existem vários plugins para WordPress totalmente dedicados à otimização do seu site ou blog. Naturalmente, SEO faz uma grande diferença para ter um blog de sucesso, então, nada melhor do que um plugin para ajudar o trabalho.

Eu uso e recomendo o Yoast SEO para essa tarefa e vou detalhar o porquê neste post. De toda forma, antes de instalar em um site em produção, procure testar a compatibilidade em um ambiente à parte, para evitar problemas maiores no seu blog ou site no WordPress.

Plugin Yoast SEO

O Yoast SEO (anteriormente WordPress SEO) foi criado justamente sobre o que existia em uma versão inicial do All-in-One SEO Pack, que tinha como principal funcionalidade habilitar a otimização de título e meta description para os posts. Fatores importantes para SEO.

O Joost de Valk, desenvolveu o WordPress SEO e além dessas funcionalidades, trouxe mais recursos. Ele foi o principal desenvolvedor do plugin, até abrir o plugin no gitHub para mais colaboradores participarem da evolução do plugin. E isso acelerou bastante as novidades e correções de bugs de um plugin que ficou cada vez mais complexo.

Complexo apenas no mérito da programação. A facilidade de uso do plugin é um dos pontos que o tornou bastante popular também. A maioria dos recursos é de mérito técnico de SEO, mas ele tem um apoio na produção de conteúdo também. Vou passar sobre esses recursos a seguir.

plugin yoast seo: menu

Otimização de Títulos para Templates

Um dos recursos poderosos do plugin é a opção de aplicar técnicas de SEO para o título de páginas templates, ou seja, títulos otimizados para páginas de categorias, tags, paginação, busca, erro 404 e posts, embora para este último, há um recurso ainda melhor.

Assim, passe em cada aba do menu Títulos e Metadados para criar modelos de títulos usando os tokens conforme o plugin mostra: %%postname%%, %%sitename%% e outros. Cada título é importante para os rankings, então capriche.

Junto da otimização de títulos também é possível controlar meta tags como a meta robots, que controla a indexação e passagem de PageRank (ou autoridade) para cada página.

Social

Embora não sejam diretamente ligados, o plugin traz algumas facilidades de integração com Social Media também. Você pode cadastrar perfis sociais de várias redes (Google Plus, Facebook, Twitter …) e isso habilita o WordPress a usar o OpenGraph, que cria meta tags para o compartilhamento aparecer bem nas redes sociais.

Mesmo sem o efeito direto nos resultados de busca, as redes sociais também podem ser fontes importantes de tráfego para o site, portanto, inclua todas os perfis que você tem.

Sitemaps XML

Muitas pessoas trabalham SEO apenas no título e descrição, deixando de lado outros elementos importantes como o Sitemap XML. E com o plugin, eles são criados e atualizados automaticamente, bastando habilitar a opção no respectivo menu.

O sitemap tem a função de facilitar a indexação do site no Google, especialmente quando são muitas páginas (milhares). E também agiliza a indexação de novos conteúdos.

Não esqueça de habilitar esse recurso.

Breadcrumbs: Trilha de Navegação

A trilha de navegação (também chamada de migalha de pão, em uma tradução mais literal dos breadcrumbs) tem 2 funções distintas e igualmente valiosas:

  1. SEO: promover links internos e, com a marcação estruturada, alterar a exibição do site nas snippets de busca;
  2. Usabilidade: facilitar que os visitantes se encontrem na estrutura do site e naveguem por ele.

Quando o tema é compatível, os breadcrumbs são inseridos automaticamente. Quando não é, ele tem instrução sobre como inserir os breadcrumbs. Então, use os breadcrumbs.

E para conferir sobre a marcação estruturada, a Academia de Marketing Digital tem alguns vídeos. Além de conferir e validar, você também vai aprender a inserir novas marcações, que também ajudam a ganhar cliques no Google.

Editar .htaccess e robots.txt

Quando o servidor oferece permissão de edição para esses arquivos, é possível alterá-los diretamente com o plugin, dentro do WordPress.

Esses são arquivos avançados, especialmente o .htaccess, então, não mexa com ele a menos que tenha muita certeza do que está fazendo. O robots.txt é mais fácil de lidar, porém, ele também pode causar estrago se usado de forma incorreta. Aprenda sobre ambos primeiro, antes de fazer alterações.

Cuidado com modelos e padrões que outras pessoas usem. Pode funcionar para elas, mas pode não funcionar para você. O melhor é aprender sobre o funcionamento desses arquivos primeiro.

Assinatura para RSS

A princípio o RSS já não é mais tão usado pelas pessoas, mas ele é ainda acessado pelo Google. E sistemas automatizados podem puxar o seu conteúdo por ali, então, esse recurso passa a ser interessante. Você consegue colocar um assinatura no RSS que informe “Este post saiu no [nome do seu site].”

Assim, qualquer pessoa impactada por uma cópia terá conhecimento de onde está o original. O mesmo vale para ferramentas de busca.

Análise de Página

O plugin Yoast SEO tem a opção de, em cada post, você fazer uma análise da qualidade da página para uma palavra-chave foco. A ideia é: considerando que você fez um conteúdo para que ele apareça em um determinado resultado de busca, essa busca é a palavra-chave foco (imagens engraçadas, notícias, look do dia, imóveis em são paulo …)

Você adiciona essa busca como palavra-chave foco e o plugin faz uma análise para tentar identificar se o termo foi usado bem o suficiente. Isso é um apoio bem legal na produção de conteúdo, mas quer saber: eu não uso.

Eu não faço um conteúdo aqui no site pensando em uma palavra-chave, mas sim em um domínio de tema, ou seja, várias buscas. Isso me permite fazer um conteúdo muito mais poderoso do que àquele focado em 1 busca.

E também, após adquirir o conhecimento em SEO e seus fatores de posicionamento, todas essas ferramentas ficam aquém de fazer uma avaliação de tanta qualidade quanto você poderá fazer, conhecendo SEO e ganhando experiência com diferentes formatos de conteúdo e resultados em rankings nas buscas.

Mas vamos lá: você está começando e quer uma direção? Ok, use o recurso. Contudo, pense que seus concorrentes que forem além, te deixarão para trás. É melhor se antecipar do que correr atrás do prejuízo depois.

Complementos ao Yoast SEO

Além dos recursos padrão, o Yoast SEO ainda tem complementos como o Local SEO, News SEO e Video SEO, cada um, obviamente, especializado no seu respectivo tema: SEO para Local, para Notícias e para Vídeos. Esses são plugins pagos.

Como Otimizar WordPress além de Plugins

Muitos imaginam que o WordPress é uma plataforma que já é otimizada, já é boa para SEO. O modelo de fábrica nem é tanto e, conforme seja o tema escolhido para usar no blog, ou site, ele pode acabar atrapalhando e nem o Yoast SEO vai resolver.

Para saber se o tema do seu WordPress ajuda ou atrapalha, é necessário conhecer os fatores de SEO e avaliar o próprio tema em busca dos pontos positivos, bem como corrigir os pontos fracos.

Além disso, o que o plugin não consegue corrigir é a forma como você desenvolve sua pesquisa e escolha estratégica de conteúdos, arquitetura do site e plano de conteúdo. Para isso tudo, não há plugin, nem plataforma que resolva.

O que resolve é você ter o conhecimento. O Mestre Academy tem os cursos de SEO que mostram como planejar e executar SEO de forma eficiente.

As recomendações são para o curso SEO Online e o curso SEO para WordPress. Os 2 somados vão fazer você alcançar o que mais quer: milhares de visitas no site.

Leitura recomendada:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *