Frankmarcel.com

Vídeo no Youtube ou Vídeo no Facebook?

Trabalhar com vídeos no Youtube e/ou no Facebook (e/ou outros canais) hoje é bastante comum. Na bienal de 2016, por exemplo, o comentário geral é que os Youtubers com livros publicados estavam chamando mais atenção e recebendo mais público do que autores com mais histórico nesse tipo de formato de conteúdo (o livro).

E desenvolvendo o marketing digital a dúvida que surge é: como lidar com os diferentes canais de distribuição do vídeo, como simplesmente o Youtube e o Facebook.

Boa tarde, Frank Marcel!

Tem uma dúvida que ninguém está conseguindo me tirar. Acho que só você mesmo poderá me ajudar!!!

Criei um vídeo, publiquei no meu canal do youtube e coloquei no meu blog. E quero usar o Facebook para divulgar meu blog.
Por um lado, vídeos carregados diretamente no Facebook conseguem mais destaque do que os do youtube.
Por outro, conteúdo duplicado é ruim.
O que devo fazer? Carrego novamente o vídeo no Facebook ou uso o carregado no youtube?
Como vou conseguir divulgar melhor o meu blog no Facebook?

Att, Aline

É melhor usar o link do Youtube no Facebook, ou subir vídeo no Facebook?

Aline, sem sombra de dúvidas, suba o vídeo no Facebook diretamente. Neste contexto, você não precisa se preocupar com conteúdo duplicado. Conhecer a sua audiência em cada rede um pouco mais, vai te ajudar a saber como tratar esses vídeos ainda melhor.

Se por acaso os interesses forem muito diversos entre Facebook e Youtube, você terá mais sucesso desenvolvendo conteúdos exclusivos e direcionados. Por exemplo, digamos que vídeos de um tema “A” ganhem mais visualização e compartilhamento no Youtube, enquanto um tema B tem mais sucesso no Facebook.

Claramente, você precisa desenvolver conteúdos exclusivos para cada canal.

Por outro lado, se não há uma divisão clara dessa, você pode subir esse mesmo vídeo diretamente em cada um, no Youtube e no Facebook.

Personalize Aberturas e Fechamentos

Uma opção interessante é você fazer abertura e fechamento de cada vídeo de forma personalizada, conversando diretamente com o público da rede.

O vídeo em si, o conteúdo, fica sendo o mesmo. Mas para abertura e fechamento, você pode falar diretamente com a rede social. O seu seguidor vai se sentir mais incluído. A ideia ficou clara?

Divulgação: Youtube, Facebook e Blog

Como o Facebook não tem a opção de embedar vídeo tal como o Youtube, o caminho natural é você fazer um processo no qual você sobre o vídeo no Youtube, embeda o vídeo em um post no blog com o conteúdo complementar. Pode até voltar para a descrição do vídeo e colocar o link para o blog.

No Facebook, você sobe o vídeo e faz o conteúdo do post também com link para o blog. É muito importante direcionar ambos para o blog (ou site), que é o seu principal ativo. O canal de Youtube e a Fan Page do Facebook são, respectivamente, do Google e do Facebook; você apenas está emprestando cada espaço. Nenhum é seu, como o site ou blog.

E pode também usar outras redes para chamar mais visitas para o blog, como o Google+, Twitter, Instagram ou qualquer outra que você queira experimentar. Não há resposta certa para o sucesso ou não nas redes. Tem que “pagar para ver.”

Aline, espero que a resposta tenha sido de ajuda! Se souber de mais alguém precisando das informações, aproveite para compartilhar:

Leitura recomendada: