Frankmarcel.com

SEO em WordPress – Análise de Problemas no WordPress

O WordPress é uma das plataformas de conteúdo mais utilizadas no mundo. Engana-se quem acredita que ele é apenas uma plataforma para blog, especialmente com plugins como o WooCommerce, que o transformam em um ecommerce.

Como toda boa plataforma, especialmente quando é fácil de usar, problemas acontecem. E para o WordPress, onde é fácil começar a desenvolver SEO, aparecem também problemas nessa área e chegam as dúvidas:

Frank, você faz análise de problemas no WordPress? Fiz algumas coisas e estou com várias URLs com problema apontado no Webmasters Tools: Erro 404 e conteúdo duplicado. wendsonbob

Naturalmente, fazer análise no WordPress virou parte da rotina quando o adotei como plataforma, mas fazer análise em si é um processo de aprendizado por si só, e não importa a plataforma. Partir para dentro da ferramenta, assunto ou desafio, foi o que me fez ganhar mais e mais conhecimento dos mais diversos.

Os tipos de erros listados na pergunta também entraram na lista.

Google Search Console (ex Webmasters Tools)

Quando a busca do Google passou a ficar mais completa do que apenas listar como resultado páginas de sites, o Google Webmasters Tools evoluiu e passou a ser o Google Search Console. A busca no Google é casa também para resultados de conteúdo de Apps de celular.

Não só o Search Console evoluiu para comportar informações para Apps, como também está com mais informações e apoio para o desenvolvimento de SEO para WordPress e sites em geral.

Caso ainda não tenha passado por lá, transforme isso em rotina. São vários relatórios que trazem insights para conteúdo, bem como apoio técnico à marcação estruturada, AMP e vários tipos de erros e melhorias.

Se tiver dúvidas no uso do Search Console, a Academia de Marketing Digital tem vários guias de uso, inclusive do relatório de erros 404 e conteúdo duplicado.

Erros 404

Ao passo que o erro 404 por si só não implica diretamente em baixar a relevância que o Google atribui para um site, o erro 404 pode ser uma quebra de experiência do usuário, isso vai quebrar a experiência do Googlebot no site e aí sim pode vir a perda de relevância.

Quando o erro 404 acontece por erro de digitação, ou seja, alguém errou a criação do link que leva para o seu site (ou você errou a criação do link para o seu próprio site), ele não provoca perda de relevância realmente. É uma página que não existe e que não deveria existir mesmo.

O erro 404 pode virar um problema quando trata-se de um erro de configuração do servidor, que retorna o código 404 para uma página que deveria retornar o código 200; ou quando, de fato, uma página relevante para o Google é apagada ou tem sua URL modificada.

Aí, as novas tentativas de acesso a ela passam a retornar o código 404. Não é o 404 em si que faz a relevância do site diminuir, mas, sim, a perda de uma página importante.

As opções de solução ficam para voltar a página/URL original, ou redirecionar a antiga para um novo endereço. A Academia tem guias orientando a identificar os erros e corrigi-los também.

Conteúdo Duplicado

Conteúdo duplicado é quando uma página do seu site tem o conteúdo igual a outra página da Internet, esteja essa página no seu site, ou não. E isso é um problema sério de spam no Google e deve ser evitado.

Contudo, o Search Console reporta apenas sobre títulos duplicados e meta tag description duplicada. No que diz respeito a conteúdo do seu próprio site, se um destes dois elementos está duplicado, então há uma grande chance de que exista conteúdo duplicado. Quando se trata do WordPress então, é quase garantia, exceto pela paginação.

Tradicionalmente, a paginação do WordPress provoca duplicação de títulos e descrições. Uma forma de resolver a duplicação é através do uso do plugin Yoast SEO. Ele tem opções para configurar títulos personalizados e distintos para esse tipo de página.

Análise de SEO para WordPress

Ao passo que o plugin é realmente de grande ajuda para resolver esses problemas no WordPress e otimizar outros elementos (conforme explico no post sobre o plugin), ele não será suficiente para levar o seu site ou blog a ter milhares de visitas. Isso vai depender bastante de quanto você domina SEO para ir além.

Para ir além, confira os cursos de SEO do Mestre Academy. Tanto o curso de SEO focado em WordPress, quanto os outros. Somando o curso SEO para WordPress e o SEO Online, são mais de 15 horas de conteúdo que eu não consigo colocar em posts e guias, além do fórum, onde surgem dúvidas como essa e é uma forma fácil de você tirar suas dúvidas diretamente comigo 😉

Leitura recomendada: