Frankmarcel.com

Google Panda Update: Algoritmo e Penalização

O que é Google Panda Update?

O Google Panda Update é a atualização de algoritmo de classificação de resultados do Google que tem por objetivo diminuir a visibilidade de páginas de baixa qualidade em seus resultados de busca.

Com o objetivo de sempre ter os melhores resultados no Top 10, os 10 primeiros resultados da busca orgânica, a equipe de qualidade de busca do Google faz atualizações constantemente em seus algoritmos de classificação, bem como atualização no visual da página de resultados de busca.

A atualização que ficou conhecida como Panda Update foi a primeira a ficar realmente famosa com o nome dado. Embora outras atualizações tenham ganhado nome, como a Florida Update, foi há muito tempo e acabou não ganhando força, pois a prática de SEO ainda era pouco divulgada mundialmente a época.

E o nome Panda, apesar de coincidente com o urso, veio do sobrenome de um dos principais desenvolvedores dessa atualização, e não teve inspiração nenhuma no animal.

Onde vive?

Inicialmente, o algoritmo do Panda viva nas mãos do time de qualidade de busca, que o executava periodicamente. As primeiras execuções do Panda ganharam versionamento, inclusive, sendo chamadas de Panda 1.0, Panda 2.0 … e chegou até o Panda 4.0.

Cada execução geralmente contava com mudanças no próprio algoritmo visando torná-lo mais eficiente no trabalho de identificar páginas de baixa qualidade que estivessem com destaque nas buscas e rebaixá-las, priorizando, por consequência, as páginas de qualidade.

Após o Panda 4.0, a execução ganhou uma periodicidade fixa e em seguida tornou-se parte integrada de todo o algoritmo de classificação do Google. Assume-se que hoje ele é executado “o tempo todo,” por estar integrado à execução do algoritmo principal.

Do que ele se alimenta?

O alvo do Panda Update são páginas de baixa qualidade, as quais o Google tenta identificar avaliando questões como:

Então, quando um site peca em qualquer um desses tópicos, ele tem grande chance de virar alimento para o Panda, ou seja, será penalizado nos resultados de busca.

Trata-se, resumidamente, de sites ou páginas de baixa qualidade de apresentação e conteúdo.

O que fazer para descobrir se o seu site foi penalizado pelo Panda?

Basicamente, as páginas do seu site precisam sobreviver ao kit de perguntas anterior. Mesmo não sendo um e-commerce, supondo que fosse ou que existisse um motivo para, as pessoas confiariam em passar as informações do cartão de crédito?

Mesmo em páginas com pouco conteúdo, a informação apresentada é realmente completa e é tudo que a pessoa precisa saber sobre o assunto em questão?

Se você fosse imprimir/produzir um livro com o conteúdo, você acha que as pessoas comprariam e recomendariam para os amigos?

E você pode também conferir o tráfego do site. Um site penalizado pelo Panda (ou outras ações manuais do Google) pode ter um gráfico de tráfego assim:

Ou, nos tempos mais recentes, com o Panda sendo executado 100% do tempo, a penalização pode ser menos perceptível, e mais gradual:

E o que fazer para recuperar um site penalizado pelo Panda?

Basicamente, o inverso do que você achou de errado no kit de perguntas anterior. Se as páginas estão com pouco conteúdo, ou incompletas, faça melhor. Se o visual das páginas está bagunçado, faça melhor.

Se o site não está inspirando confiança ou não está demonstrando ter autoridade no assunto, o conteúdo é o melhor caminho para ganhar esse crédito. Entrevistas, aproximação (genuína) de outros sites/pessoas de respeito também vai realçar o valor do seu site.

E para não deixar de citar, a Academia de Marketing Digital do Mestre Academy tem um kit de videos nos quais mostro ferramentas e processos para avaliar penalização, passando pelos tipos e chegando até o pedido de reconsideração.

Pergunta do leitor:

Blz xará? Num post do Matt sobre o Panda, ele cita algumas perguntas a se fazer p/ determinar se o site ‘merece’ qualificação. Dentre elas: “Você colocaria seus dados de cartão de crédito nesse site?”, pergunta: Mesmo não sendo e-com, um certificado no meu site ajuda?

Boa pergunta enviada pelo Fabio Lima. O artigo citado pelo Fabio é o More Guidance on Building a High-Quality Site, no qual o Google indica as 23 perguntas acima para se fazer e medir a qualidade de um site.

E a pergunta do cartão de crédito faz bastante sentido. Se você confia no site, então são grandes as chances de ele ser um site de qualidade. Para reforçar a transmissão de confiança, muitos e-commerces contratam empresas que fazem a certificação da segurança do site e emitem para o ecommerce o selo de certificação de segurança, como hacker safe, certsign, entre outros.

Para a pergunta: Ter certificação de segurança ajuda no Google? Ajuda a sobreviver ao Panda? Por si só, não. É relativamente simples mostrar um selo de certificação de segurança. E só o selo não vai ser suficiente contra um site mal organizado, cheio de anúncios e conteúdo fraco e duplicado.

Por outro lado, uma vez que seu site seja realmente seguro, isso pode contar pontos para um revisor do Google que avalie o site, pois provavelmente isso será a indicação de uma plataforma atualizada e segura para passar o cartão de crédito. Somando isso a conteúdo de qualidade e visual agradável, o site não terá problemas com o Panda.

Não é o selo em si que vai fazer o Google “gostar” do site, mas sim o fato de o site ser realmente seguro.

Panda Update em Resumo

Lembre-se que o Panda se apoia em 5 princípios mais fortemente:

  1. Eliminar conteúdo duplicado dos resultados de busca;
  2. Eliminar das buscas sites inundados com publicidade;
  3. Eliminar sites que enganam os usuários de alguma forma;
  4. Eliminar sites que combinam os itens anteriores de alguma maneira;
  5. Garantir que o resultado de busca do Google apresente páginas com conteúdo de qualidade para os usuários.

Fazendo um site bem feito e caprichando no SEO, dá tudo certo no final.

Leitura recomendada: