Google Panda Update: Algoritmo e Penalização

google panda update

O que é Google Panda Update?

O Google Panda Update é a atualização de algoritmo de classificação de resultados do Google que tem por objetivo diminuir a visibilidade de páginas de baixa qualidade em seus resultados de busca.

Com o objetivo de sempre ter os melhores resultados no Top 10, os 10 primeiros resultados da busca orgânica, a equipe de qualidade de busca do Google faz atualizações constantemente em seus algoritmos de classificação, bem como atualização no visual da página de resultados de busca.

A atualização que ficou conhecida como Panda Update foi a primeira a ficar realmente famosa com o nome dado. Embora outras atualizações tenham ganhado nome, como a Florida Update, foi há muito tempo e acabou não ganhando força, pois a prática de SEO ainda era pouco divulgada mundialmente a época.

E o nome Panda, apesar de coincidente com o urso, veio do sobrenome de um dos principais desenvolvedores dessa atualização, e não teve inspiração nenhuma no animal.

Onde vive?

Inicialmente, o algoritmo do Panda viva nas mãos do time de qualidade de busca, que o executava periodicamente. As primeiras execuções do Panda ganharam versionamento, inclusive, sendo chamadas de Panda 1.0, Panda 2.0 … e chegou até o Panda 4.0.

Cada execução geralmente contava com mudanças no próprio algoritmo visando torná-lo mais eficiente no trabalho de identificar páginas de baixa qualidade que estivessem com destaque nas buscas e rebaixá-las, priorizando, por consequência, as páginas de qualidade.

Após o Panda 4.0, a execução ganhou uma periodicidade fixa e em seguida tornou-se parte integrada de todo o algoritmo de classificação do Google. Assume-se que hoje ele é executado “o tempo todo,” por estar integrado à execução do algoritmo principal.

Do que ele se alimenta?

O alvo do Panda Update são páginas de baixa qualidade, as quais o Google tenta identificar avaliando questões como:

  • Você acreditaria nas informações apresentadas na página?
  • O conteúdo da página foi produzido por um expert ou interessado que conhece bem do assunto, ou o conteúdo é muito superficial?
  • O site tem conteúdo duplicado, repetição parcial do mesmo assunto ou redundante, sendo que entre as páginas apenas estão mudadas algumas palavras-chave?
  • Você se sente confiança em passar os dados do seu cartão de crédito nesse site?
  • O conteúdo tem erro ortográfico, visual ou informações erradas?
  • Os conteúdos do site são de interesses reais das pessoas, ou o site gera conteúdo automático tentando adivinhar o que vai ter bom ranking em ferramentas de busca?
  • O conteúdo oferece informação original/própria? (Relatório, pesquisa ou análise.)
  • A página oferece valor substancial quando comparada a outras páginas nos resultados de busca?
  • É feito controle de qualidade no conteúdo?
  • O conteúdo descreve ambos lados de uma história?
  • O site é reconhecido como autoridade no assunto?
  • O conteúdo é produzido massivamente (larga escala, grande quantidade) por uma grande quantidade de escritores (terceirizados ou não), ou distribuído em uma grande rede de sites, de forma que cada página não recebe atenção e qualidade?
  • O conteúdo parece bem produzido ou relaxado e feito às pressas?
  • Para uma busca relacionada à saúde, você confiaria nas informações do site?
  • Você consideraria esse site uma fonte respeitável quando citado pelo nome?
  • A página tem uma elaboração completa ou aprofundada do assunto?
  • O conteúdo tem análises inteligentes ou informações interessantes, além do óbvio?
  • Esse é um tipo de página que você marcaria nos favoritos, compartilharia com amigos ou recomendaria?
  • A página tem uma quantidade exagerada de anúncios tal que eles distraem ou interferem no conteúdo principal?
  • Você acha que esse conteúdo poderia estar (impresso) em uma revista, enciclopédia ou livro?
  • O conteúdo é curto, sem profundidade ou faltam informações específicas que realmente ajudam?
  • As páginas são criadas com bastante atenção aos detalhes ou não?
  • As pessoas reclamariam ao ver páginas desse site?

Então, quando um site peca em qualquer um desses tópicos, ele tem grande chance de virar alimento para o Panda, ou seja, será penalizado nos resultados de busca.

Trata-se, resumidamente, de sites ou páginas de baixa qualidade de apresentação e conteúdo.

O que fazer para descobrir se o seu site foi penalizado pelo Panda?

Basicamente, as páginas do seu site precisam sobreviver ao kit de perguntas anterior. Mesmo não sendo um e-commerce, supondo que fosse ou que existisse um motivo para, as pessoas confiariam em passar as informações do cartão de crédito?

Mesmo em páginas com pouco conteúdo, a informação apresentada é realmente completa e é tudo que a pessoa precisa saber sobre o assunto em questão?

Se você fosse imprimir/produzir um livro com o conteúdo, você acha que as pessoas comprariam e recomendariam para os amigos?

E você pode também conferir o tráfego do site. Um site penalizado pelo Panda (ou outras ações manuais do Google) pode ter um gráfico de tráfego assim:

search metrics google panda update

google analytics panda update

penalização panda 1.0 e 2.0

Ou, nos tempos mais recentes, com o Panda sendo executado 100% do tempo, a penalização pode ser menos perceptível, e mais gradual:

google panda penalizacao gradual

E o que fazer para recuperar um site penalizado pelo Panda?

Basicamente, o inverso do que você achou de errado no kit de perguntas anterior. Se as páginas estão com pouco conteúdo, ou incompletas, faça melhor. Se o visual das páginas está bagunçado, faça melhor.

Se o site não está inspirando confiança ou não está demonstrando ter autoridade no assunto, o conteúdo é o melhor caminho para ganhar esse crédito. Entrevistas, aproximação (genuína) de outros sites/pessoas de respeito também vai realçar o valor do seu site.

E para não deixar de citar, a Academia de Marketing Digital do Mestre Academy tem um kit de videos nos quais mostro ferramentas e processos para avaliar penalização, passando pelos tipos e chegando até o pedido de reconsideração.

Pergunta do leitor:

Blz xará? Num post do Matt sobre o Panda, ele cita algumas perguntas a se fazer p/ determinar se o site ‘merece’ qualificação. Dentre elas: “Você colocaria seus dados de cartão de crédito nesse site?”, pergunta: Mesmo não sendo e-com, um certificado no meu site ajuda?

Boa pergunta enviada pelo Fabio Lima. O artigo citado pelo Fabio é o More Guidance on Building a High-Quality Site, no qual o Google indica as 23 perguntas acima para se fazer e medir a qualidade de um site.

E a pergunta do cartão de crédito faz bastante sentido. Se você confia no site, então são grandes as chances de ele ser um site de qualidade. Para reforçar a transmissão de confiança, muitos e-commerces contratam empresas que fazem a certificação da segurança do site e emitem para o ecommerce o selo de certificação de segurança, como hacker safe, certsign, entre outros.

Para a pergunta: Ter certificação de segurança ajuda no Google? Ajuda a sobreviver ao Panda? Por si só, não. É relativamente simples mostrar um selo de certificação de segurança. E só o selo não vai ser suficiente contra um site mal organizado, cheio de anúncios e conteúdo fraco e duplicado.

Por outro lado, uma vez que seu site seja realmente seguro, isso pode contar pontos para um revisor do Google que avalie o site, pois provavelmente isso será a indicação de uma plataforma atualizada e segura para passar o cartão de crédito. Somando isso a conteúdo de qualidade e visual agradável, o site não terá problemas com o Panda.

Não é o selo em si que vai fazer o Google “gostar” do site, mas sim o fato de o site ser realmente seguro.

Panda Update em Resumo

Lembre-se que o Panda se apoia em 5 princípios mais fortemente:

  1. Eliminar conteúdo duplicado dos resultados de busca;
  2. Eliminar das buscas sites inundados com publicidade;
  3. Eliminar sites que enganam os usuários de alguma forma;
  4. Eliminar sites que combinam os itens anteriores de alguma maneira;
  5. Garantir que o resultado de busca do Google apresente páginas com conteúdo de qualidade para os usuários.

Fazendo um site bem feito e caprichando no SEO, dá tudo certo no final.

Leitura recomendada:

3 thoughts on “Google Panda Update: Algoritmo e Penalização

  • Excelente Frank!
    Obrigado pela resposta, só para exterminar a dúvida de vez, independente do Panda, quando eu disse certificado, não pensei só nos selos fornecidos pelas entidades mas, também em certificados digitais de segurança aplicados no servidor.
    Exemplo:
    Quando entro no site do Firefox (br.mozdev.com), a barra de endereços do meu navegador exibe uma série de dados da ‘instituição’… com um certificado de raiz válido fornecido por uma entidade certificadora (CA) e tal…
    Mesmo que eu não tenha efetuado login, e que o site não seja um e-commercer propriamente dito, isso dá mais ‘valor’ ou credibilidade perante as SERPS?

    Abraços,

    Fabio Lima
    @fabioagora
    (Gostei da analogia com os 5 furiosos + Mestre Shifu)

  • Fábio, de todas as informações que acompanho, essa nunca apareceu, então acredito que não exista uma relação direta de que essa certificação traz benefício em rankings.

    Com certeza trará benefício para a experiência do usuário.

    A observação final é que não existe tanto site certificado a ponto de ser perceptível uma diferença entre estar certificado ou não; essa falta de sites certificados dificulta uma comparação direta, também.

    Abs,

  • Bem objetivo este artigo Frank, parabéns!

    Sempre falamos que o mais importante é entregar “conteúdo relevante e de qualidade” para os usuários, pois só assim podemos gerar confiança nas pessoas e por consequência atingir as metas de conversão do site (cadastros, vendas, assinantes, etc).

    Agora com o Google Panda podemos ver na prática que só prevalecerá os que realmente levam a experiência do usuário a sério.

    Será o fim dos sites de conteúdo de baixa qualidade? Acredito que não.
    Porém haverá uma faxina na casa e o que é mais interessante para as pessoas será colocado em evidência.

    “Mestre Shifu” ficou bem engraçado, enhim?! 😆

    Abraços,

    Claudio Roberto
    @sejaencontrado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *