Domínio .com ou .com.br ou .net ou .org – Qual o melhor?

o gato ou o quico

Chegou o momento de comprar um domínio e, depois de ter passado horas pensando ou pesquisando um domínio que represente a sua ideia de negócio, produto ou serviço, vem a dúvida mais simples de todas: Domínio com ou com.br? Ou:

Frank, como funciona a relevância do dominio, estou desenvolvendo um portal espirita sem fins lucrativos, qual seria o melhor domínio, .org, .org.br, .com ou .com.br?

Essa pergunta é repetida diversas e diversas vezes, mas a verdade é que tanto faz, enquanto estamos falando de TLDs (Top Level Domain) mais tradicionais: .com, .org, .net e seus complementares ccTLDs (Country Code TLD): .com.br, .org.br, .net.br.

A posição oficial do Google é que tanto faz e pronto, porém, em alguns raros casos ao longo da história acidentes aconteceram. Um caso clássico foi quando os domínios .info foram penalizados nas buscas do Google. O que acontece é que as TLDs menos tradicionais (.info, .biz, .me, .ly …) costumam ter domínios mais baratos e foram usadas para fazer muito spam.

Aí, o Google teria decidido banir todo .info de uma vez e pronto. Problema resolvido. Por esse tipo de acidente é que vale a pena evitar os TLDs menos tradicionais.

Outro evento importante foi quando uma das TLDs foi simplesmente bloqueada (acredito que foi o .ly), não pelo Google, mas pelo próprio país de origem. Novamente, uma TLD não tradicional pode trazer alguns riscos estranhos.

Mas no cerne da questão, tanto não importa a TLD que hoje existem centenas de opções e com os mais variados nomes. Empresas podem até registrar seu próprio TLD. Experimente pesquisar site:*.uol no Google, por exemplo, você vai ver vários domínios .uol, sim, do UOL – Universo Online – o portal de conteúdo. Surpreendeu? Várias empresas já garantiram a sua TLD, embora continuem operando no tradicional .com ou .com.br.

Adiantando uma dúvida concorrente: Nem mesmo o apelo geográfico do .br é uma vantagem absoluta. Um domínio sem o .br pode igualmente ocupar as primeiras posições para qualquer busca. Diversas buscas no Brasil podem mostrar isso, para puxar a sardinha, vou sugerir a busca curso de seo avançado 😉

Você vai encontrar mais de 1 domínio .com ocupando as primeiras posições no Google.com.br.

A ccTLD “.br” ou de qualquer outro país funciona geralmente apenas para a certificação de localização geográfica para o Google, no sentido de que um .com.br (ou net.br, ou org.br …) deve ser exibido para buscas no Brasil e/ou em Língua Portuguesa preferencialmente e, já tira a preferência dele para outras regiões e outros idiomas.

Neste ponto, o idioma do conteúdo tem maior preferência, mas isso fica para detalhamento em outro post.

E se .com ou .com.br não importa para SEO, o que importa?

O sistema de busca do Google tem vários fatores para classificação de um site. Tradicionalmente, os fatores de SEO realmente relevantes giram em torno de conteúdo, desempenho técnico do site, backlinks e experiência do usuário no site.

Ao contrário do que pode parecer, desenvolver SEO para um site e aumentar as visitas orgânicas é um processo simples e que demanda apenas disciplina e conhecimento sobre as regras do jogo. Para aprender tudo isso e aumentar as visitas com SEO, faça os cursos de SEO no Mestre Academy.

Leitura recomendada:

3 thoughts on “Domínio .com ou .com.br ou .net ou .org – Qual o melhor?

  • Oi Frank, muito legal seu artigo!

    Estou com uma dúvida: Recentemente, abri mais um canal de vendas (e-commerce) além do que eu já tenho atualmente. As urls são muito parecidas, só se diferenciam pelo “br”: www\.minhaloja\.com e minhaloja\.com\.br; Isso pode causar algum tipo de conflito para os motores de busca?

  • Oi, Lorena!

    Você pode acabar sofrendo com conteúdo duplicado, se esses sites oferecem os mesmos produtos, com os mesmos conteúdos. Embora esse seja o caso de boa parte das lojas (todas oferecem o produto apenas com as informações do fabricante), não é toda loja que consegue as primeiras posições. Vale a pena investir na diferenciação.

    No seu caso, acho que é melhor você considerar usar apenas 1 desses domínios, redirecionando o outro para àquele que escolher manter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *