Frankmarcel.com

Link Building e Relevância de Links

Começar a pesquisar sobre SEO para aprender a aumentar as visitas no site, aumentar a presença nos resultados de busca do Google e entender como estar entre as primeiras posições sempre levará ao Link Building, talvez passando antes pelos chamados fatores off-page.

Fatores Off-page e Link Building representam praticamente a mesma coisa, a diferença seria que os fatores off-page definem o que o Google valoriza para pontuar e determinar a relevância de um site considerando elementos fora do site, por isso off-page.

Link Building é o conjunto de estratégias e ações que podem levar ao aprimoramento dos fatores off-page, ficando relacionado à prática e não a teoria. Também é costume usar o termo SEO Off-page substituindo um dos 2, ou os fatores ou o link building em si.

Fatores Off-page

Como as estratégias de link building só existem porque existem elementos fora do site que o Google leva em conta em seus algoritmos, é bom saber quais são esses fatores para desenvolver link building de forma inteligente.

Os 2 conceitos mais importantes são o PageRank e o TrustRank.

PageRank

Este foi o grande divisor de águas para o Google e para os sistemas de busca na Internet. O algoritmo do PageRank é desenhado para definir a relevância de uma página com base nas referências que são feitas a ela, ou seja, com links em outras páginas que apontem a primeira.

Esses são chamados de backlinks.

Para mais profundidade e detalhes, vá para o post O que é PageRank. De forma simples, o conceito girava em torno de quanto mais backlinks, mais relevante é a página e mais destaque ela deve ter nas buscas.

Como apenas a quantidade tornou fácil burlar o sistema, outros fatores entraram em cena.

TrustRank

Para proteger o sistema de classificação do simples spam de geração automática de links, um segundo algoritmo entrou em cena e é geralmente referenciado como TrustRank, que visa medir a qualidade e confiança que um determinado link é honesto e natural (em vez de artificial).

Com o TrustRank, alguns sites são definidos como de máxima confiança (governamentais, instituições de ensino e portais de alta relevância e idoneidade) e a partir deles se “mede” o nível de confiança com base na distância que um site está, em quantidade de links, desses sites de confiança.

Então, um site governamental tem um link para um site A, que tem um link para o site B, que tem um link para o site C. Desses 4, o site C é o de menor confiança, pois está a 3 links do site de confiança.

Essa é a ideia geral, quanto mais longe de sites de confiança, menos valem os links e menor é a relevância que o link passa para o próximo site. Assim, por mais que se tenha 10 mil backlinks, se são de sites irrelevantes, pouca diferença vai fazer no todo, ou contra sites que conseguem backlinks de fontes relevantes.

Mais fatores Off-page

E não para por aí. Com a evolução dos métodos para fazer spam com link building, o algoritmo teve que evoluir e passou a considerar mais fatores para determinar tanto a relevância de um link, como se ele na verdade não é um link spam, comprado ou de qualquer forma manipulado.

Alguns desses fatores são:

E o grande desafio com link building é conquistar links sem que sejam manipulados, é ganhar link no mais puro sentido de ganhar: não é uma troca, compra, favor, influência por relacionamento, nem qualquer coisa do tipo. É, simplesmente, uma ação de alguém que gostou tanto do que o site tem que resolveu indicar para outras pessoas.

Isso tem o nome de link natural, orgânico ou editorial. Um link espontâneo. É bem verdade que estes são raros e poucas pessoas que trabalham dedicadas apenas à link building conseguem backlinks sem algum tipo de influência ou manipulação.

Link Building

Desde que o backlink surgiu como fator de posicionamento, as estratégias de link building proliferaram. Em tempos de um algoritmo e um Google menos eficientes na caça a spam por backlinks, estratégias simples foram exaustivamente usadas:

É muito provável que você já tenha se deparado com algumas dessas ações; é muito provável que você as encontre sendo oferecidas como serviço ainda hoje. É possível que te convençam a fazer qualquer uma delas. Nesse caso, visite a página do Google que explica como isso é uma violação e é, o que ele chama de, esquemas de links.

Pelo nome já dá para sacar que não é algo com o qual você queira se envolver.

Como fazer Link Building?

Esta é a pergunta. E na própria página o Google sobre esquemas de links você encontra a resposta do Google: A melhor forma de conseguir backlinks relevantes e de alta qualidade de outros sites é criar conteúdo único e relevante que seja naturalmente atraente para ganhar popularidade.

Entra em cena o Marketing de Conteúdo? Sim, esse é um excelente meio de se desenvolver conteúdo que seja planejado com foco em popularidade e relevância, que visa transformar um site em autoridade no assunto. É isso que ensinamos nos cursos de SEO.

Você vai, sim, ouvir que todas àquelas ações de esquema de links funcionam. A questão é por quanto tempo? Houve uma época que o Google recomendava diretórios e bookmarks. Hoje não mais.

Houve um tempo que o Google recomendava guest posts. Hoje, são vários casos de sites penalizados por usarem dessa ação. Pode até funcionar, mas será que vale o preço de uma penalização?

E por que arriscar quando você tem em mãos estratégias legitimas para ganhar links? Entenda o seu público, entenda o seu produto ou serviço e você vai saber exatamente qual conteúdo produzir, qual conteúdo terá potencial para se tornar popular e ser recompensado com backlinks.

Por fim, colocar conteúdo no site de terceiros apenas leva o seu público de topo e meio de funil para esse terceiro; ele vai se tornar relevante para as pessoas em várias buscas, a troco de 1 link e talvez algum posicionamento a mais em um grupo de palavras-chave.

O Cyrus Shepard tem um post excelente sobre a regra número 1 em SEO (#1 Rule for SEO: Build Spaceships), no qual ele elucida um ponto simples e brilhante: A NASA tem centenas de milhares de backlinks para o site dela, mas quantos desses foram gerados por SEO? Guest Posting? Diretório de sites?

Provavelmente nenhum. Provavelmente a NASA nem tem um time de SEO. Como eles conseguiram milhares de backlinks, então? Construindo um produto fantástico, que encanta as pessoas. Os backlinks chegaram aos milhares espontaneamente, naturalmente.

Se para você fizer sentido usar os esquemas de links, siga em frente. Para mim, não faz. Se você concorda comigo, vamos espalhar a mensagem! Compartilhe este post 😉

Leitura recomendada: