Frankmarcel.com

Impressões no Google Search Console: Como é calculada?

O Google Search Console tem uma ferramenta chamada Search Analytics que apresenta um relatório muito valioso para quem busca muitas visitas do Google com SEO. Esse relatório traz 4 métricas fundamentais sobre as páginas do seu site e os termos usados nas pesquisas do Google que fizeram essas páginas aparecerem:

Você deve utilizar cada uma delas para descobrir oportunidades de fazer melhor em alguma direção, conforme seja a métrica em si.

Com os cliques você pode trabalhar o conjunto termo de busca + página para conquistar mais cliques otimizando o site e o conjunto; Com o CTR, você analisa a snippet que tem nos resultados de busca e a otimiza; Com a posição média você descobre oportunidades para subir nos resultados do Google de forma mais fácil e impactante, a tal da Re-otimização que explico em detalhes em aulas na Academia de Marketing Digital.

E finalmente, o tema desse post, a métrica Impressões e alguns esclarecimentos para que você não se engane ao usar essa métrica.

Como é calculada a métrica Impressões no Google Search Console?

A métrica Impressões é calculada como a quantidade de vezes que uma URL do seu site apareceu em um resultado de busca visualizado por um usuário.

Nesse número de impressões não se incluem as impressões de busca paga (AdWords) que o seu site possa ter tido. No Mestre Academy, já recebi algumas vezes dúvidas sobre essa questão do AdWords, então fica aí o esclarecimento.

Um ponto importante de atenção em relação a essa métrica (e às outras também) é que os resultados universais também influenciam nessa contagem, ou seja, se o seu site aparece em um kit de resultados de imagem em meio à listagem de resultados tradicionais, as impressões são calculadas mesmo assim.

Por exemplo:

Observe a terceira imagem; é uma imagem do meu site, do post sobre Plano de Métricas (conforme a URL mostra). Se por acaso o meu site não tivesse aparecido como um resultado orgânico tradicional logo acima (a primeira snippet), ter aparecido nesse resultado universal de imagem faria o Search Analytics reportar 1 impressão para a página /pro/como-criar-um-plano-de-metricas-eficiente pela busca “plano de métricas.”

Ficou claro?

Por isso é importante conhecer como essa métrica funciona, para não tomar decisões erradas.

Como você deve imaginar, no meio dos resultados tradicionais e com esse apelo mais informativo (“como fazer”), um resultado de imagem não tem atratividade. A imagem em si, embora venha a ter muitas impressões, vai ter muito pouco clique, pois apenas a imagem não responde “Como fazer / criar …” – logo, os resultados tradicionais serão bem mais interessantes e clicados.

A partir daí, quando você for avaliar o Search Analytics, sempre faça a pesquisa no Google para identificar se o seu resultado é apenas uma imagem, é o resultado tradicional ou outro.

Conforme seja o caso, você terá ações diferentes a tomar a partir daí.

Leitura recomendada: